O deputado Eduardo Cury (PSDB) passou a integrar a Frente Parlamentar Mista (deputados e senadores) que defende a mudança gradual do presidencialismo para o parlamentarismo no Brasil. O grupo conta até agora com 202 deputados e 11 senadores.

A proposta da Frente Parlamentar é que a mudança seja paulatina. No primeiro momento, o presidente da República continua com quase todas as atribuições. Depois de seis anos da experiência nesse modelo de presidencialismo participativo, é que se iria para o segundo momento, o do parlamentarismo.

A Frente Parlamentar é uma assosiação suprapartidária destinada a aprimorar a legislação referente a um tema específico. As frentes podem utilizar os espaços físicos da Câmara, desde que suas atividades não interfiram no andamento dos outros trabalhos da Casa.

Para fins de registro, as frentes devem ser integradas por, no mínimo, um terço dos membros do Poder Legislativo.